Anel da Morte

Algumas pessoas, covardemente, para matarem uma árvore, são capazes de cortar a conexão entre a copa e as raízes através do anel da morte, em que extraem parte da "casca" da árvore. Desta forma, o sistema vascular da planta é corrompido e a árvore acaba morrendo por incapacidade de nutrição de seus tecidos. É o que chamamos de 'anel da morte'.

Clique aqui e veja mais fotos de anéis da morte em árvores na Rua Bento da Silva Leite em Campinas

As Árvores e o Tempo

As Árvores testemunham, silenciosas, o transcorrer das estações no planeta em seu giro eterno em torno do Sol.
Em sua folhas reside o poder fantástico e quase inacreditável de conversão do ar, da água, da terra e da energia luminosa, em cadeias orgânicas que multiplicam-se na diversidade de composições da matéria viva.
Cada espécie encerra em si, a produção de uma extensa variedade de substâncias e estruturas. Ao longo de sua existência, essa variedade é parte do universo de uma infinidade de outros seres vivos.
Sua existência, como dos demais seres vivos, não é fruto de adaptação, mas de sobrevivência às intempéries do tempo com o acervo genético que foi sendo desenhado pelo surgimento de novas características, pela associação com outros seres e pela seleção natural.

A vida terrestre, em grande parte, existe em toda sua variedade em função da
presença das plantas vasculares e sua composição em florestas. O tempo está
inscrito nos genes, no seu tronco, em sua arquitetura, em sua existência,
passada e porvir.

Sombra flamejante


Que labareda é essa?
Ao invés de queimar, refresca.
Que chama é essa?
Ao invés de arder, refrigera?
É o Flamboyant que a rua embeleza!
É a Delonix regia que a todos enleva!
{poema de Elkeane Aragão}



Flamboyant significa flamejante em francês.
Esta linda árvore de cor vibrante floresce na primavera.
Originária da África, chegou ao Brasil no século 19.
É ótima para decorar praças e parques.
Ela colore todo o chão que a rodeia!